Comida para todos


Criar uma rede alargada que permita reutilizar a comida não vendida/desperdícios de cantinas e refeitórios, doando a famílias pobres ou carenciadas. Permitir que empresas e escolas participem no processo, para dispersar a ideia. Temos um bom exemplo da Mani, que doa as embalagens para dar a comida não vendida aos sem abrigo. Mas é preciso ir mais longe! Poderia haver incentivos/descontos às empresas/lojas que aderirem à ideia. Assim ambos os lados ficam a ganhar.


Impacto esperado

- Aumento de terreno com potencial (comida não vendida/dada pode ser utilizada para compostagem e utilizada em terrenos agrícolas); - Redução de desperdícios; - Redução de consumo (pessoas tornam-se mais conscientes sobre o que fazem e como agem) Pela participação das empresas: - Melhoria da coesão social; - Diminuição da intolerância social; - Redução de gastos e desperdícios pessoais (a maioria das pessoas sabe o que é o desperdício, mas só quem realmente passa por dificuldades em alguma altura da vida é que percebe realmente o que é o desperdício e como pode combatê-lo).



Comentários